Associação Brasileira de Quiropraxia

Novos horizontes, uma nova ABQ


Associação Filiada à

Federação Mundial de Quiropraxia

Federação Mundial

de Quiropraxia

31 de Maio - “Dia Mundial Contra o Tabaco”

Os quiropraxistas brasileiros entram na luta da Campanha da OMS, do “Dia Mundial Contra o Tabaco”. A maioria dos pacientes de Quiropraxia se apresenta com dor de coluna e já existe documentado a relação entre fumo e dor lombar 5.

A ABQ e os seus associados mais uma vez estão participando da Campanha Contra o Tabaco.

Todos sabem da Importância para a Saúde Pública que o uso do tabaco causa:

  • Produz um índice alto de mortalidade e morbidade;
  • O tempo prolongado entre a exposição ao uso do tabaco e a dependência à nicotina e muito mais tarde suas doenças e morte, faz com que as pessoas não valorizem o problema;
  • Depois, a maioria das pessoas não está alerta para o fato do fumante passivo. 1-4

Isto é uma questão natural de saúde publica para nós quiropraxistas, porque está de acordo com os princípios da nossa profissão, os quais incluem uma visão da vida sem uso de drogas e com a promoção da saúde.

Fora das questões gerais de saúde, a maioria dos pacientes de Quiropraxia se apresenta com síndromes de dor de coluna e já existe documentado a relação entre fumo e dor lombar 5. Outro ponto importante é que muitos pacientes não estão conscientes do risco do fumante passivo para a sua família. Por exemplo, crianças expostas ao fumo são 50% mais susceptíveis a sofrer danos nos seus pulmões e ter problemas respiratórios, como asma. 6

Portanto, como membro da equipe de saúde, nós quiropraxistas temos o dever de alertar os pacientes para os assuntos de saúde pública que podem ter um impacto para eles e suas famílias.

Responda a estas perguntas e converse com o profissional de saúde da sua confiança:

  1. Você, ou alguém da sua casa, fuma ou usa produtos de tabaco, ou alguém já fez isto no passado?
  2. Você, ou alguém da sua casa quer parar de fumar?
  3. Você, ou alguém da sua casa, está exposto como fumante passivo na casa ou no trabalho?

 

Estes sites podem lhe ajudar:

www.inca.gov.br/tabagismo

www.tabagismo.hu.usp.br

www.faac.unesp.br/pesquisa

www.comoparardefumar.com.br

www.extremaonline.com/como/parar_de_fumar.html

www.papodehomem.com.br/como-parar-de-fumar-5-alternativas

 

ALGUNS FATOS IMPORTANTES

Ø Se não pararem de fumar, metade de todos os fumantes morrerão tendo como causa o cigarro, a maioria antes dos 70 e após anos de sofrimento e redução da sua qualidade de vida.

Ø A maior causa de morte relacionada com o cigarro são as doenças cardíacas, derrames e câncer. Os fumadores de cigarro têm duas vezes mais chance de desenvolver a doença de Alzheimer.

Ø Parar de fumar reduz o risco de derrame e ataque cardíaco. Após 12 meses sem fumar, o risco de doenças cardíacas diminui para a metade da de um fumante. 15 anos após parar, o risco é quase o mesmo que para os não fumantes.

Ø Parar de fumar reduz o risco de câncer do pulmão se a doença já não estiver presente. Depois de 10 anos este risco desce pela metade..3

Ø Há benefícios imediatos. Depois de dois meses de parar de fumar a circulação do sangue para as mãos e pés melhora. 3

Ø O risco de morte por ataque cardíaco aumenta dramaticamente com a idade para as mulheres que fumam e usam anticoncepcionais.

Ø A percentagem entre homens e mulheres que fumam estão caindo na América do norte. A percentagem dos homens reduziu para quase a metade nos últimos 50 anos; 73% dos homens e 77% das mulheres não fumam.7

Ø Em estudos epidemiológicos com homens e mulheres há evidencia na relação de dor lombar e fumo. 8

Ø Há evidências de relações entre o fumo e as mudanças anatômicas estruturais na região lombar. 9


Referencias

1. Lopez AD, Coleslaw NE, Piha T. (1994) A descriptive model of the cigarette epidemic in developed countries. Tobacco Control, 3, 242-297.

2. Corrao MA, Guindon GE, Sharma N, Shokoohi DF (eds). Tobacco Control Country Profiles, American Cancer Society, Atlanta, GA, 2000.

3. US Department of Health and Human Services 1990. The Health Benefits of Smoking Cessation. A report of the Surgeon General. Public Health Service, Centers of Disease Control, Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion, Office on Smoking and Health, Rockville, Maryland.

4. Ridolfo B. Stevenson C. The quantification of drug-caused mortality and morbidity in Australia, 1998. (Drug Statistics Series No.7) Canberra: Australian Institute of Health and Welfare, 2001.

5. US Department of Health and Human Services. Reducing the Health Consequences of Smoking-25 Years of Progress. A Report of the US Surgeon General. Office on Smoking and Health and Human Services, Public Health Service, Centers for Disease Control, Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion, Office on Smoking and Health, 1989.

6. US Department Health and Human Services. Women and Smoking. A report of the Surgeon General. Rockville, Maryland: US department of Health and Human Services, Public Health Service, Office on Smoking and Health, 2001.

7. West R. Glucose for smoking cessation; does it have a role? CNS Drugs. 15 (4): 261- 5, 2001.

8. Holm S, Nachemson A. Nutrition of the intervertebral disc: acute effect of cigarette smoking. An experimental study. Upps J Med Sci 1988:93:91-99.

9. Leboeuf-Yde C. Low back pain in two Danish populations. Thesis, Odense University, Denmark, 1995.

 

Social

Abaixo-Assinado

Abaixo-assinado em apoio à regulamentação da profissão de Quiropraxia no Brasil.
PL nº. 1436/2011

para ler a respeito e assinar
Clique aqui

Anúncios

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

ABQ  : Página Principal Notícias sobre a Quiropraxia Geral 31 de Maio - “Dia Mundial Contra o Tabaco”

Anúncios